Os 7 Segredos Do Prazer 04/12/2023 12h00 | BY Felipe

136
Os 7 Segredos Do Prazer - Guia Completo

Desvende 7 Segredos de Especialistas em Prazer: Transforme Sua Vida Sexual

Conversar sobre sexualidade é uma jornada desafiadora, mas intrigante. O aumento das buscas por conselhos de sexólogos reflete o desejo de muitos em aprofundar essa conversa proibida. O prazer e a qualidade dos relacionamentos são temas que capturam a imaginação de inúmeras almas curiosas.

Reconhecendo a carência de conteúdo substancial nesse âmbito, mergulhei em pesquisas, diálogos com profissionais renomados e trago agora um artigo repleto de dicas de especialistas em busca da satisfação e vitalidade sexual.

Às vezes, a intimidade entre casais sofre quando a comunicação se torna escassa, principalmente quando se trata de desejos e preferências após anos de convívio. O que antes era satisfatório pode perder o brilho, e não há motivo para se envergonhar ao reconhecer isso.

Sentiu que a atração pelo seu parceiro diminuiu? Anseia por um aumento na frequência das relações íntimas? Deseja explorar novas posições, brinquedos, fantasias ou outras aventuras? Se você se debate com essas questões, sem ter certeza de como avançar, considerar a orientação de um sexólogo pode ser a chave para desvendar esses enigmas.

Neste artigo, desvendamos sete segredos revelados por especialistas em prazer, e para te ajudar ainda mais deixamos alguns links que vão te ajudar ainda mais a ter memórias inesquecíveis. 

  1. Desperte Sensações Inexploradas

Para começar, desafie-se a transcender a concepção tradicional da relação sexual, que se concentra no pênis e na vagina. Um estudo da revista "Cortex," especializada em processos cerebrais e mentais, destaca diversos pontos sensíveis em nosso corpo.

É claro que o clítoris e o pênis merecem destaque, mas existem inúmeras zonas erógenas esperando para serem exploradas:

Esse estudo sugere que homens e mulheres podem encontrar prazer com o toque em qualquer uma dessas áreas sensíveis. Portanto, experimente carícias nesses locais - beijos, leves mordidelas, toques sutis com os dedos ou até mesmo a introdução de elementos externos, como plumas.

A pele, em sua totalidade, é incrivelmente sensível. Explore cada centímetro do seu corpo e do corpo do seu parceiro, desvendando um mundo de sensações a serem exploradas.

Quando compartilhamos a vida com alguém por um período prolongado, é natural cair na armadilha do "piloto automático." Se já esteve nesse lugar, sabe que é tão pouco emocionante quanto parece.

Se suas experiências sexuais com seu parceiro se resumem a um punhado de posições repetitivas, você está perdendo oportunidades preciosas de aprimorar seu prazer mútuo e reavivar a chama.

Para superar essa estagnação, os sexólogos têm uma dica valiosa: crie uma lista de novas posições a experimentar. Não é preciso algo extraordinário; às vezes, simplesmente mudar o local do encontro pode fazer maravilhas. Usar espaços como a sala, cozinha, piscina ou jardim pode aumentar o desejo e estimular a libido.

Além disso, variar a hora do dia da intimidade, adicionar elementos inesperados, como brinquedos ou roupas sensuais, e sincronizar a respiração com seu parceiro podem transformar um momento comum em uma experiência excepcional. Às vezes, casais passam anos presos à rotina e, com a ajuda de um sexólogo, percebem que ambos compartilhavam desejos secretos, mas não se sentiam à vontade para discuti-los.

Transformar o ambiente do quarto também pode ser uma estratégia eficaz. Por exemplo, criar uma iluminação suave e sensual, com luzes vermelhas ou amarelas, destinadas apenas ao momento íntimo, pode recondicionar a mente para associar esse estímulo ao prazer sexual, como aconselha a psicóloga Andressa.

  1. Conversa Pós-Atos: A Magia de Compartilhar Após o Prazer

Em vez de virar para o lado e dormir após o sexo, considere a próxima vez como uma oportunidade para discutir suas preferências. Compartilhe suas fantasias e sensações, aproveite o momento para se conectar e falar sobre o que ambos desfrutaram. Respire profundamente durante o ato e esteja totalmente presente para sentir cada sensação.

Deixe sua imaginação fluir livremente, pois o cérebro é o maior órgão sexual que possui. Pensar no que o excita não apenas intensifica a experiência sexual, mas também alimenta o desejo por encontros futuros. Lembre-se de que fantasias podem ser simples, como decorar o quarto com chocolates. Uma excelente possibilidade também é o Sexo de conchinha, também já temos um artigo sobre isso aqui no nosso blog. Conheça também a importância da escuta ativa no seu relacionamento

  1. Explorando Novos Horizontes: O Papel do Lubrificante

O uso de lubrificantes pode fazer uma enorme diferença na vida de muitos casais. Várias razões podem causar a baixa lubrificação vaginal, como o uso de anticoncepcionais, estresse, desidratação e o envelhecimento, incluindo a menopausa.

Independentemente da excitação, o lubrificante pode tornar o encontro mais prazeroso. Um estudo com 2.451 mulheres revelou que o lubrificante tornava o orgasmo mais acessível e era preferido em encontros mais úmidos.

Ao escolher um lubrificante, evite as opções à base de óleo, a menos que esteja em um relacionamento seguro e não dependa do látex dos preservativos. Prefira lubrificantes à base de silicone e busque produtos sem glicerina ou açúcar, pois esses ingredientes podem afetar o pH vaginal, predispondo a infecções fúngicas.

Lembre-se de que produtos domésticos comuns, como xampu, condicionador, manteiga, azeite de oliva, vaselina e óleo de coco, não são substitutos apropriados para lubrificantes. Por isso é fundamental ter em mãos lubrificantes que vão te ajudar, teste os mais variados lubrificantes, lubrificante beijável, aromáticos, lubrificantes com efeito quente, lubrificantes com efeito refrescante. A Mini Preço tem de tudo! Não sabe o que escolher? Temos um artigo completo que vai te auxiliar na escolha do lubrificante ideal para você

  1. Explorando o Próprio Corpo: Desperte sua Sensualidade Interior

Não negligencie seu corpo, pois se não o explorar, perderá as oportunidades que ele oferece. Conhecer o próprio corpo é uma das dicas de sexólogos mais fundamentais. Toque-se, descubra o que funciona para você. Além de reduzir o estresse, essa exploração aumenta o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais, essencial para uma saúde sexual vibrante. A resposta e a intensidade do orgasmo também podem ser aprimoradas por meio dessa conexão consigo mesmo.

O autoconhecimento do próprio corpo é o primeiro passo rumo a uma realização sexual plena. A masturbação emerge como uma poderosa aliada nessa jornada, especialmente para as mulheres.

De acordo com os dados do Projeto de Sexualidade da Universidade de São Paulo (Prosex), sediado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), mais da metade das mulheres (55,6%) enfrenta dificuldades para atingir o orgasmo. Ao explorar o próprio corpo, a mulher desvenda as preferências de toque e carícias que a conduzem ao ápice do prazer.

  1. Nutrindo sua Autoestima

Sexo, autoestima, saúde física e mental estão intrinsecamente entrelaçados. A insegurança em relação ao próprio corpo, por exemplo, pode impactar diretamente a libido e o desejo sexual.

Por outro lado, as preocupações cotidianas, como trabalho e estresse, também podem lançar uma sombra sobre a chama do relacionamento. No entanto, o primeiro passo, o mais fundamental de todos, é estar bem consigo mesmo. Cultivar o amor-próprio e sentir-se confortável com a imagem refletida no espelho é essencial.

Segundo a Psicóloga Ana Paula Dias, especialista em terapia de casais, a autoestima e o sexo estão intimamente ligados. Para despertar o desejo sexual, é crucial sentirmo-nos desejáveis, mas esse processo tem seu ponto de partida em nosso relacionamento conosco mesmos. Significa abraçar nossas imperfeições e valorizar o que temos, em vez de nos concentrarmos no que nos falta ou nos padrões inatingíveis.

A autoestima é a base para a felicidade e a realização pessoal. Dançar ao som de uma música que aquece o coração, no meio do quarto, pode ser um momento libertador e um passo para superar a timidez, reduzindo as barreiras que impedem a plenitude de nossos desejos e prazeres.

  1. Quando o Desejo Bate à Porta, Não O Feche: Nutrindo a Intimidade no Relacionamento

Conforme apontado por Giovane Oliveira, um respeitado sexólogo e psicólogo da Vittude, nas dinâmicas do casamento e na vida a dois, é comum que o sexo, em algum momento, seja relegado a segundo plano. Às vezes, perdemos a conexão entre nossos desejos íntimos e as inúmeras responsabilidades do cotidiano, como a gestão da casa, planejamento de compras e organização da semana.

Nesse contexto, é essencial reconhecer que o desejo e a paixão podem surgir inesperadamente, mesmo no meio dessas atividades. Quando isso ocorre, é fundamental não adiar a oportunidade. O sexo e a vida conjugal são igualmente cruciais, merecendo a mesma atenção e cuidado que outras tarefas diárias.

Ao sufocar o desejo, corremos o risco de construir barreiras e transformar o sexo em um ritual monótono e programado. A espontaneidade desempenha um papel importante, podendo intensificar o desejo e aumentar o prazer.

Isso nos leva a refletir sobre a prática do "sexo com agendamento" no casamento. Devido à agitação da vida moderna e à constante acumulação de obrigações, pode acontecer de um dos parceiros encarar o sexo como mais uma tarefa a ser planejada e cumprida, quase como uma obrigação. É crucial, no entanto, dar espaço e liberdade ao desejo, para que ele possa florescer de forma natural.

Essa questão é particularmente relevante para casais que estão tentando conceber um filho. A determinação em atingir esse objetivo pode, inadvertidamente, transformar o ato sexual em algo mecânico e desprovido de prazer. Em algumas situações, essa pressão excessiva pode levar a problemas de disfunção erétil em homens, devido à sobrecarga e à obrigação que o sexo passa a representar.